Run... run e vai conferir de perto os cenários de Forrest Gump

Guilherme Renso

“A vida é uma caixa de bombons. Você nunca sabe o que vai encontrar.”. A metafórica frase foi dita pelo inesquecível personagem-título do filme “Forrest Gump – O Contador de Histórias”. No entanto, sem querer contrariar tal pensamento filósofo, mas já contraindo, nem sempre a gente nunca sabe o que vai encontrar. Aqui no Mochilaí, por exemplo, a partir desse momento, começaremos a localização de alguns dos principais cenários desse clássico, o qual eu já assisti muitas vezes.

010-ast-foto1-bombons.jpg

Pra começar, nada mais justo que o local onde o personagem passa quase o filme inteiro sentado, narrando suas histórias para pessoas desconhecidas, assim como nós, quando pegamos uma corrida mais longa naqueles aplicativos de carona. Estou falando do conjunto de elementos formados pelo banco e a praça ao fundo. Os dois mencionados podem ser visitados separadamente. A estrutura de madeira original está no Savannah History Museum (303 Martin Luther King Jr Blvd - Savannah). Já a área verde também fica naquela cidade da Geórgia e é conhecida como Chippewa Square.

010-ast-foto2-banco-forrest.jpg

Mudando de ares, lembra quando o Forrest encontra a Jenny, como veio ao mundo, cantando e tocando violão em um estabelecimento? Pois é. Esse bar também existe, também fica em Savannah e se chama Love’s Seafood Restaurant.  Você pode encontrá-lo no número 6817 da Chief Of Love Rd.

010-ast-foto3-savannah-georgia.jpg

Aliás, falando em Jenny, depois de algum tempo sem se verem, os dois personagens voltam a se reencontrar em Washington D.C., capital dos Estados Unidos. A cena foi gravada na Lincoln Memorial, de frente para a Reflecting Pool, que é aquele espelho d’água onde a personagem vivida por Robin Wright entra, já chamando por seu amigo de infância. Enquanto isso, Forrest dizia meia dúzia de palavras para a multidão. Sobre a Reflecting Pool, eu tive a oportunidade de passar por lá e o lugar é realmente lindo. Aliás, aproveite para passear no Washington D.C. Bus Tour. Vale o investimento.

010-ast-foto4-monument-valley.jpg

Da capital, vamos correndo até o Monument Valley, afinal, nesse esporte, a corrida, além do tênis de mesa e do futebol americano, Forrest Gump era difícil de ser vencido. E foi alí, aproximadamente na milha 13 da US 163, que o personagem de Tom Hanks resolveu dar meia volta. Depois de correr por três anos, dois meses, 14 dias e 16 horas, voltou andando pra casa. Por lá, há uma placa com a inscrição “Forrest Gump ended his crosscountry run at this spot 1980“.    

010-ast-foto5-pier-39.jpg

Até aqui, já falando várias vezes na Jenny, mas ainda não comentamos sobre outro personagem tão relevante quanto: o Bubba. Para isso, chegamos ao Pier 39, em San Francisco. Lá há inúmeras lojas e restaurantes, entre eles, uma unidade do Bubba Gump Shrimp Co. A rede foi fundada no ano de 1996, em Monterey, na Califórnia e, obviamente,  imerge o cliente na temática do filme, oferecendo saborosos camarões.

Agora é só fazer as malas, embarcar e voltar um contador de boas histórias, assim como o Forrest.