Visite os hotéis que ficaram famosos nas telonas

Guilherme Renso

Sabe aqueles hotéis que você vê nos filmes e, por tamanha veracidade nos detalhes, parecem reais, ou seja, que não foram planejados apenas para servir de cenário durante as filmagens? Pois é, amigo e amiga cinéfilo. Alguns realmente são, possuem valor histórico e eu vou contar um pouco sobre alguns desses prédios espalhados pelo mundo, que, por sinal, podem ser conferidos ao vivo.

Por onde começar? Algumas dicas: Kevin McCallister, Natal e Nova Iorque. Isso mesmo. Pra quem já adivinhou, estou falando do segundo filme da saga “Esqueceram de Mim”, o meu preferido. Logo que o personagem vivido por Macaulay Culkin descobre que ele está em cidade diferente dos pais, o local que o abriga é o The Plaza Hotel. O prédio possui nada menos que 20 andares, está na frente do Central Park e fica na 5ª Avenida com a Central Park South. Ou seja, só pela região que ele ocupa, dá pra ter ideia que, pra se hospedar lá, precisa quebrar a fara toda. Um porquinho só não dá conta não.



Nossa segunda parada é em um dos cenários do impactante e premiado “12 anos de Escravidão”. Confesso que, quando eu vi, não aguentei tamanha crueldade com um ser humano e coloquei a mão no rosto em algumas cenas.  Mas isso não vai acontecer com você, quando visitar o The Columns Hotel, localizado em New Orleans. Apesar de se passar em Washington, é naquela estrutura que Solomon Northup foi sequestrado e negociado como escravo. O endereço é St Charles Ave, 3811.


Depois de duas paradas pelos Estados Unidos, vamos respirar fundo em novos ares. Quer dizer, no caso de Amsterdam e, a não ser que você queria curtir um barato, é melhor não respirar muito fundo. Voltando ao assunto, o Hampshire Hotel - Amsterdam American recebeu as gravações do sucesso entre os jovens “A culpa é das estrelas”. Ao contrário do público que o aplaudiu, o prédio é bem antigo, de 1902 e possui 175 quartos. Mas, suítes à parte, o que chama mesmo a atenção de todos é o bar e o restaurante. Eles, assim como o Hampshire (claro, né?), ficam na Plantage Middenlaan, 48 – 1018DH – Amsterdam.  


Por fim, antes que os créditos comecem a subir e as luzes se acendam, a nossa última parada é logo ali, em Tóquio. Foi no interior do Park Hyatt Tokyo que algumas cenas de “Encontros e Desencontros” foram rodadas. Mas não espere encontrar um edifício só do hotel. O estabelecimento ocupa os derradeiros 14, dos totais 52 andares da construção. O lado bom disso? É a vista lá do alto, né? Imperdível! É tão linda que eu já ia esquecendo-me de passar o endereço: 3-7-1-2, Nishishinjuku, Shinjuku, Tokyo.

E aí, por onde você quer começar? Conta pra gente!

 

PARTIU MAIS DESTINOS DOS ASTROS?

Bill Clinton e a história do hot-dog mais famoso do mundo

Run... run e vai conferir de perto os cenários de Forrest Gump

Père-lachaise: o cemitério das estrelas em Paris